Unidade da Igreja

03/08/2017

Efésio

Por Minervaldo

UNIDADE DA IGREJA EM EFÉSO

Terceira viagem do Apóstolo Paulo, que durou mais ou menos três anos, nesta cidade habitava 300.000 pessoas onde havia um templo Pagão de Diana que todos vinham admirar, a grande metrópole com muitos videntes e idólatras, um grande mercado da feitiçaria e ocultismo.

Mas Paulo impacta o comércio da idolatria, onde entra um grande colapso, o ocultismo também, porque as pessoas iam se convertendo e aceitavam a doutrina Cristã (At 19), a palavra de Deus prevalecia em Éfeso, pois Paulo implanta a igreja como instrumento de Deus, não só lá como nas cidades: Bergamo, Colossos, Tiatira, Sade, Esmirna e outras.

A igreja de Éfeso começava a superar a de Jerusalém e Etioquia da Síria, então daí Paulo escreve as duas cartas de Coríntios. João apóstolo também o seu evangelho e suas epistolas, aqui Timóteo é sucessor de Paulo na igreja de Éfeso, depois João. Em seguida Paulo vai para Jerusalém, é preso e levado em cárcere onde fica por dois anos e em seguida é deportado para Roma e de lá escreve a Carta de Éfeso, a mais eclesiológica, ou seja, a carta que mais trata da doutrina da igreja, a outra de Colossenses que mais trata de Cristo. Se Colossenses foca Cristo, Éfeso a igreja, se Éfeso é a cabeça, Colossenses é o corpo.

Conteúdo: Remetente- Paulo

Destinatário- Igreja de Éfeso - Viver em Éfeso é viver em Cristo.

Ef. 1,3-14, Paulo coloca uma corrente de adoração a Deus, fala de benção, grande docsologia, destacando a obra do Pai, do filho e do Espírito Santo, aqui a pessoa da Santíssima Trindade está selada, aqui está a obra da redenção.

Ef. (1,17) Pede a Deus um Espírito de sabedoria onde os seus olhos nos revelasse com uma grande graça, onde a vida com Deus e inesgotável com suas graças.

Ef. (1,19-23) Paulo pede poder para crer com a eficácia da fé, para dar ênfase, pois Deus trabalha se revelando através de nós, somos criados para louvar e glorificar em Cristo Jesus.

Ef. (2,11-22) Já mostra uma Igreja constituída, uma realidade sublime dos Gentis e Judeus onde há uma única igreja, não há mais separação, daqui começa uma unidade em um só corpo em Cristo Jesus, uma só família, unifica os dois povos.

Cap. Ef. 3. Aqui o Ministério do Evangelho, revelando para os gentis, um povo inserido no projeto de Deus, a luz de Deus é para todas as nações formando um só corpo.

No final a oração onde Paulo ora para as riquezas da sua glória, que sejamos glorificados pelo poder do Espírito Santo, onde nós abriremos nossos corações em Cristo, para que ele habite, permanentemente, e só nele alicersar onde o amor gera como uma grande obra. Somos tornando em toda plenitude de Deus pelos séculos e séculos e quando dobramos os nossos joelhos a Ele é por que ele é grande e poderoso. Paulo alcança o auge dessa teologia.

Cap. 4- unidade da Graça da igreja - presença a unidade onde somos um só em Cristo. Querendo ou não foi está decidido onde cabe a mim preservar está identidade no espírito da paz, com um fundamento, um só corpo, um só batismo em Cristo Jesus

Cap.5- traz uma série de exortação e conselhos para que vivam autenticamente a sua fé onde Cristo e o modelo supremo do seu amor, pois na cruz está a sua resposta dando a sua vida por nós.

Cap. 6- Paulo apresenta uma renovação total da sua relação onde a resposta a todos será apresentada, ele aumenta (apresenta) uma transformação radical em relação de todos.

A vida do Cristo é lutar continuamente contra o mal, as suas armas são de verdade, justiça, testemunho do evangelho, fé, palavra de Deus. Tudo só conseguimos com muita oração.

Fonte: Bíblia: Ave Maria

Site: canção nova